Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2005

Doa a quem doer

Quem passa os seus olhos por este web-log, sabe que, salvo uma ou outra lamechice, eu dou ferroadas a tudo o que mexe comigo, ao que acho que vai mal por esta linda pocilga a que demos o pomposo nome de "Portugal". Porém, hoje vai ser diferente. A pedido de diversas famílias (que se me tivessem pago para isto, tinham feito muito melhor serviço), pediram-me para falar dos actos de "canibalismo" no Cybercafé das Paivas. E eu aceitei sem hesitar, porque... bom, é algo embaraçoso estar a assistir áquilo impávido e sereno (salvo seja) enquanto os sujeitos em questão se comem ali mesmo à minha frente. Ainda mais embaraçoso é quando entre cinco pessoas, eu vou perguntar algo a um deles e me deparo com aquele triste espectáculo... só me dá vontade de passar a andar com uma velinha no bolso e um isqueiro; se bem que, como o telemóvel tem uma lanternazita no fundo (ah, esse grande Nokia 3200, qual canivete suiço!), dá para remediar... De qualquer modo, eu cá acho que vou ficar traumatizado para sempre: as exibições das marcas no corpo de cada um após cada acto, o acto propriamente dito, o esfreganço mútuo para se libertarem de flúidos indescritíveis... realmente, é como o Artur Albarran dizia: "O drama... o horror... A tragédia..." Vou ficar rico à vossa custa, só com as indemnizações que vou ganhar...

Um conselho? Como me disseram hoje, enquanto assistíamos a uma partida de futebol entre solteiros e casados, "Get a room!" Assim, os puritanos e inocentes, como eu (c..., até a mim me soou mal. Adiante), não estariam expostos a tão degradante e imoral espectáculo. É que ver na televisão, ainda vá que não vá; agora, a dois palmos de distância... medo! Medo! Medo!

Boas trincadelas.

(Para acabar, e antes que perguntem: a família - sim, singular - que me pediu para fazer este post foi a família que habita dentro da minha cabeça. Querem processá-los? Estejam à vontade. Se conseguirem que eles saiam daqui terão a minha eterna gratidão)

Engendrado por Nettwerk van Helsing às 01:30
Ligações a esta porcaria | Atirar pedrada | Emoldurar disfunção
2 calhaus:
De Disfuncional a 19 de Fevereiro de 2005 às 01:09
dsd qd ek eu tou dentro da tua cabeça?! :p eheh afinal fui eu q pedi :p

ganda post General... e mais n digo!! sim sr tiveste mt lá ;)

keep that way =) *****[[[]]]
Honey*


De Mafalda Freire a 19 de Fevereiro de 2005 às 13:20
Bem, eu adoro ler o teu blog.. a tua escrita é contagiante!! Continua assim!! ;)


Vá, mais um calhau que o bicho ainda mexe!

Descrição do paciente

Procurar disfunção

 

Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Loucuras recentes

Sobre a mudança

Sobre as pedaladas

Sobre os novos acessos

Sobre o alcatrão portajad...

Sobre os carris

Sobre o Verão

Sobre a passagem do tempo

Sobre a viragem

Sobre a paixão

Sobre as moscas

Sobre as laranjas maduras

Sobre o The Wall

Sobre os entusiastas

Sobre o material circulan...

Teste

Sobre as novas pragas da ...

Fifada do dia (XXII)

Sobre a esperança

Sobre a excomungação de v...

Sobre a crise

Loucuras antigas

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Ligações ao mundo exterior

subscrever feeds