Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

Macaquinhos no sótão

Existem muitas coisas que eu não percebo (aliás, tem sido bem patente, pela quantidade de posts que começo a afirmá-lo), e desta vez, não vai ser excepção. Há uma coisa que não percebo. Mas não percebo mesmo. Vê-se em todo o lado que é condenável, que é má educação, que é isto e aquilo, mas... a sério, se alguém sabe, que me diga a resposta a esta minha pergunta existencial:
Qual é a maneira politicamente correcta de se tirar macacos do nariz?
A sério... é que eu não faço a menor ideia. É uma das coisas que me dá maior prazer é meter lá o dedo e retirar de lá um pedaço de muco solidificado (vulgo "macaco") e que me estava fazendo impressão há X tempo... mas sou capaz de olhar em redor e ter vinte ou trinta pessoas a dirigirem-me um olhar reprovador...
Porquê? É assim uma coisa tão moralmente inaceitável limpar-se as "fossas nasais" quando se sente que a coisa está algo cheia? E... há alguma regra de etiqueta que o proíba? E, se sim, como se deve proceder? Deixá-los acumular até que isto entupa tudo e não se consiga respirar? Ou há um modo "VIP" de o fazer?
No entanto, eu começo a ter a impressão que a gente fina da nossa sociedade não tem ranho, e por isso não tem esse problema. Alguma vez alguém os viu assoar-se, pelo menos (já nem falo em enfiar o dedo no nariz, que isso já se sabe)? Ou mesmo estarem constipados? É que poucas vezes se fala das doenças do jet-set (sem ser os "males de amor"... bem, eu nem me vou alongar aqui), ou se ouve dizer que "a Tia de Cascais #23 está adoentada, com uma constipação". Nunca! Uma constipação é doença de pobre, caneco! O que eles tem é gripes, pneumonias, agora constipações? Nunca na vida!...
...
... eu estava a falar de quê...?
...
Ah, é verdade. Tirar macacos no nariz. Pronto.
"concentra-te, tu consegues"
...
Bom, mas a verdade é que tirá-los é um acto perfeitamente natural, e sempre reprimido pela opinião pública. Mesmo aqui, nos PC's da internet dESTa merda, olhando pelas janelas, para o corredor, em menos de 5 minutos já vi duas pessoas a passarem e a procederem à limpeza... Qual é o mal?
Só porque a Biazinha Rebelo Pinto ainda não escreveu um livro a respeito de tirar os ditos?
larga o jet-set, senão nunca mais sais daqui...
...
Hmn.
Bom, chega.

Boas limpezas,
NvH - Isto está complicado... muito complicado!

Engendrado por Nettwerk van Helsing às 16:47
Ligações a esta porcaria | Atirar pedrada | Emoldurar disfunção
|
3 calhaus:
De daplanicie a 12 de Novembro de 2007 às 17:13
Credo que raio de assunto pra escrever um post!!! Parece-me que o facto de não ser políticamente correcto uma pessoa retirar burriés em público tem qualquer coisa a ver com...ser NOJENTO!!! Não há nada mais repugnante do que estar ao lado de alguém que limpa o salão como se não houvesse amanhã. Por vezes chego a recear que certas pessoas perfurem o cérebro tal o afã com que enfiam o dedito pelas narinas acima. E a cereja em cima do bolo é quando depois ainda vão olhar pro que de lá saiu!!! Pelo amor de Deus, amigo Nettwerk, faz isso na solidão do teu quarto ou na casa de banho, é o conselho que te dou e não sou a Biazinha Rebelo Pinto!!!


De Nettwerk van Helsing a 12 de Novembro de 2007 às 22:44
A questão é esta: eu passo muito pouco tempo em casa, e se tiver de ir à casa de banho sempre que tenho de proceder a limpezas, bom... nunca ia às aulas ;)
Imaginando esta situação (e era um exemplo que eu queria ter dado e esqueci-me): passas por um sobreiro onde tenham tirado a cortiça recentemente, metes lá a mão, e quando a tiras, está lá agarrada uma formiga das ditas "de rabo azedo". O que fazes? Tira-la de lá, certo? Pois... aqui faz-se o mesmo. Tudo bem que nas fossas nasais não há bichos que mexam, mas em termos de aflição...


De jpereira a 16 de Novembro de 2007 às 14:56
Tirar macacos do nariz é simplesmente um acto de limpeza que toda a gente deveria fazer. O que realmente mete nojo é o que vem agarrado ao dedo.
Mas isso (o macaco) limpa-se com o mesmo aparelho que usamos para nos assoarmos, vulgo lenço, ou como a minha avó paterna dizia, o "ranhoso".


Vá, mais um calhau que o bicho ainda mexe!

Descrição do paciente

Procurar disfunção

 

Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Loucuras recentes

Sobre a mudança

Sobre as pedaladas

Sobre os novos acessos

Sobre o alcatrão portajad...

Sobre os carris

Sobre o Verão

Sobre a passagem do tempo

Sobre a viragem

Sobre a paixão

Sobre as moscas

Sobre as laranjas maduras

Sobre o The Wall

Sobre os entusiastas

Sobre o material circulan...

Teste

Sobre as novas pragas da ...

Fifada do dia (XXII)

Sobre a esperança

Sobre a excomungação de v...

Sobre a crise

Loucuras antigas

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Ligações ao mundo exterior

subscrever feeds