Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2005

"Ai, eu tenho um blog! Uber-1337!!!11111oneone"

Queria começar por demonstrar o meu contentamento em relação ao facto de neste momento, ter um blog.
Iupi.
Pronto, agora podemos continuar.

Não, agora a sério: o que deu a toda a gente para agora (sublinhe-se que este "agora" é desde há uns meses para cá) ter essa coisa chamada "blog"? E já agora: porguê "blog"? Porque é fofo? "Ai, eu tenho um blog, é tão giro!!!!" O nome completo (creio) é "web-log", portanto, a coisa mais lógica seria chamar-lhes "logs" mas NÃO!, é um blog. Para quê? Diferenciar dos logs dos bem-amados IRC e Messenger? Eu não sei, afinal quem sou eu para comentar este assunto? Enfim, adiante.

Voltando ao início: porque é que toda a gente tem um blog? Para exibir os seus dotes literários, a escrever toda a ideia que lhe aparece na mente (por exemplo, o que eu estou a fazer agora - mas a isso já lá iremos), exporem os seus ideais politico-revolucionários, gozarem com aquela gente que adora perseguir pitas (assunto que, muito provavelmente, me dará bastante pano para mangas aqui) ou pura e simplesmente exprimirem o seu ódio em relação a clube A, a raça B ou marca de gelados C? Não vou procurar uma resposta, eu cá não sou psiquiatra para conhecer a mente dos outros (quando ainda por cima nem conheço a minha muito bem...); eu cá só sou perito em lançar perguntas. Mas, se alguém me puder matar estas questões, faça o favor e mate-as. Não, a sério: extemine-as. Eu agradeço.

Para finalizar, tendo em conta que nós (eu e eu - também será discutido mais adiante. Espero eu) acabámos de fazer o que criticámos nas linhas acima, não coloca muita credibilidade quer no autor, quer no texto. MAS POR ALGUMA COISA ESTA COISA SE CHAMA "AS DISFUNÇÕES MENTAIS DE NETTWERK VAN HELSING"!! Já agora o tema do nome também poderá ser debatido mais para diante. Mas só se pedirem. Com jeitinho.

Engendrado por Nettwerk van Helsing às 21:45
Ligações a esta porcaria | Atirar pedrada | Emoldurar disfunção
|

Descrição do paciente

Procurar disfunção

 

Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Loucuras recentes

Sobre a mudança

Sobre as pedaladas

Sobre os novos acessos

Sobre o alcatrão portajad...

Sobre os carris

Sobre o Verão

Sobre a passagem do tempo

Sobre a viragem

Sobre a paixão

Sobre as moscas

Sobre as laranjas maduras

Sobre o The Wall

Sobre os entusiastas

Sobre o material circulan...

Teste

Sobre as novas pragas da ...

Fifada do dia (XXII)

Sobre a esperança

Sobre a excomungação de v...

Sobre a crise

Loucuras antigas

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Ligações ao mundo exterior

subscrever feeds