Terça-feira, 27 de Março de 2007

O "botas de elástico" afinal era vermelho!

Pois é, para quem anda um bocadinho alheado da realidade televisiva deste país (tipo eu), a história dos "Grandes Portugueses de Sempre" passou-nos completamente ao lado. Acho que esta votação pode ser colocada ao lado de outra como a das "Novas Sete Maravilhas do Mundo" (ou a sua parente pobre, as "Sete Maravilhas Portuguesas" - mas porque diabos tinhamos nós de ter tal coisa? Dor de cotovelo pelo facto de não termos lá nenhuma? Ou mais uma maneira da TVI andar a achincalhar a sociedade portuguesa e roubar audiências à RTP?) - perfeitamente inúteis. Nem sei quais foram eleitas as maravilhas de cá, e muito sinceramente não me interessa. Mas enfim, não era disso que eu queria falar.
O que eu queria escalpelizar a talho de foice (atenção que a "foice" aqui é aquele objecto que serve para ceifar as searas! Não confundir com o objecto de propaganda comunista - nunca fiando, antes que me comecem a chamar faccioso, e tal...) era o facto de, de tantos nomes que foram abordados, ter ganho exactamente o homem que durante mais de quatro décadas fez de Portugal o seu feudo privado, e talvez o homem que mais dor causou aos portugueses (pelo menos aos que trabalhavam...). Mas, apesar de ser deveras surpreendente, e etc. e tal, também não era precisamente isto que eu queria realçar.
Vamos lá a fazer contas simples. Salazar era um ditador, certo? Certo.
Salazar foi eleito como o melhor português de todos os tempos, certo? Certo.
Bom, então agora vamos olhar um bocadinho para a nossa vizinhança.
- Na Espanha, não são grandes fãs do Franco (corrijam-me se estiver errado);
- Na Itália, o Mussolini, depois de ser preso pelos Aliados e salvo pelos Alemães, criou uma república em Salo, no norte de Itália, que foi sempre impopular até ao dia em que os Aliados puseram fim definitivo às aspirações do Duce;
- Na Alemanha, a comunidade em geral vive com vergonha do que esse grande maroto do Hitler andou a fazer (como em tudo, há excepções - por isso falei em "comunidade em geral").
Mas...
E se passássemos a agora fictícia linha que separa o Ocidente do Leste e avaliássemos o que por lá houve?
- Na ex-Jugoslávia idolatrava-se (e ainda hoje) Josip Broz, ou Tito, e muitos acreditam que toda a carnificina que ocorreu na década de 90 aconteceu porque o marechal já tinha morrido;
- Na ex-URSS tinha-se por hábito fazer estátuas aos grandes líderes da Santa Mãe Rússia, nomeadamente Lenine e Estaline;
- Na China veneram a memória de Mao-Tsé-Tung ainda hoje;
- Na Coreia do Norte o Kim Jong-Il está nas boas graças do povo norte-coreano, por mais atoardas que lance aos Estados Unidos e afins.
E nós... acabámos de eleger o nosso ditadorzinho o "maior português de sempre"!
Ora... onde é que isso nos deixa, hein?

Boas ditaduras.

Engendrado por Nettwerk van Helsing às 17:58
Ligações a esta porcaria | Atirar pedrada | Emoldurar disfunção
|
3 calhaus:
De confissoesdeumasurda a 28 de Março de 2007 às 11:24
Eu também estou estupefacta.. tudo bem que naqueles tempos ele conseguiu controlar as contas do estado mas não faz dele um grande homem..

Enfim, é apenas a resposta do descontentamento dos portugueses..


De confissoesdeumasurda a 28 de Março de 2007 às 11:24
Actualmente..


De lastpoet a 28 de Março de 2007 às 13:26
O que os portugueses disseram practicamente foi "Salazar que era mau como as cobras ainda é melhor que os políticos actuais".

Acho que ninguém quer realmente que voltemos a ditadura, isto foi mas é uma mensagem de repúdio ao estado actual das coisas... Mas se virmos bem:

Salazar era mau como as cobras, é verdade, e o regime da altura não era bom nem por sombras, mas a verdade é que ele, quando saiu apenas ficou com 1 casa, que era Herança da parte da mãe dele, enquanto os politicos actuais enchem-se de dinheiro, com reformas brutais, enquanto o 'pavão' anda a apertar o cinto. Quando se falou em baixar ordenados de politicos, isso foi de tal forma abafado que quase se ouviu um 'shhhiuuu, não falemos mais nisso'...


Vá, mais um calhau que o bicho ainda mexe!

Descrição do paciente

Procurar disfunção

 

Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Loucuras recentes

Sobre a mudança

Sobre as pedaladas

Sobre os novos acessos

Sobre o alcatrão portajad...

Sobre os carris

Sobre o Verão

Sobre a passagem do tempo

Sobre a viragem

Sobre a paixão

Sobre as moscas

Sobre as laranjas maduras

Sobre o The Wall

Sobre os entusiastas

Sobre o material circulan...

Teste

Sobre as novas pragas da ...

Fifada do dia (XXII)

Sobre a esperança

Sobre a excomungação de v...

Sobre a crise

Loucuras antigas

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Ligações ao mundo exterior

subscrever feeds